11/04/2024
 | 
Leitura: 4 min

Operação de risco sacado: funcionamento, vantagens e riscos

A dinâmica do mercado financeiro vive em constante evolução. Afinal, há uma busca por soluções que otimizem o fluxo de caixa das empresas. Uma dessas estratégias é a antecipação de recebíveis, que tem se destacado como uma opção eficiente.

Em suma, essa solução visa permitir que as companhias antecipem valores que ainda não foram integralmente liquidados. Nesse contexto, a operação de risco sacado é uma alternativa diferente de outras modalidades de antecipação.

Neste artigo, explicaremos mais sobre as características dessa operação, como ela funciona, seus benefícios e riscos. Continue a leitura!

O que é risco sacado?

Quando uma empresa busca antecipar seus recebíveis, ela assume automaticamente o risco associado à inadimplência do cliente devedor.

No entanto, nessa operação, o cenário muda, pois a empresa transfere o risco de inadimplência para uma instituição financeira especializada.

Essa modalidade proporciona à empresa uma maior segurança em suas operações, permitindo a liberação de recursos com menor exposição aos riscos de inadimplência.

Como funciona essa operação?

Na prática, a companhia que quer antecipar os recebíveis negocia com a instituição responsável para que ela assuma o risco relacionado ao pagamento do devedor. 

Dessa forma, é realizada uma análise detalhada do histórico de pagamento, perfil financeiro e outras informações a respeito desse devedor.

Em troca, a empresa obtém a antecipação de seus recebíveis com maior segurança. A seguir, confira um exemplo visual de como funciona essa operação.

OBS: As figuras acima ilustram a operação conhecida como risco sacado. Nelas, observa-se a representação da empresa compradora (sacado).

O agente fornecedor antecipa seus recebíveis por meio de uma instituição financeira, que conduz a análise de crédito e restitui o valor ao agente fornecedor. Após essa etapa, o contrato em questão passa a ser entre o sacado e a instituição financeira.

Quais são as vantagens para a empresa vendedora?

A operação de risco sacado conta com diversas vantagens ao vendedor, confira algumas a seguir.

Redução do risco de inadimplência

O benefício mais conhecido é a transferência do risco de inadimplência para a instituição financeira.

Isso proporciona maior segurança ao vendedor, que não precisa se preocupar com as consequências financeiras associadas a pagamentos não realizados pelos clientes devedores.

Liberação rápida de recursos

Com a transferência do risco, o vendedor pode obter uma liberação mais rápida e expressiva dos valores a receber. Desse modo, é possível apresentar uma melhora no fluxo de caixa.

Aumento da capacidade de investimento

O vendedor ganha maior flexibilidade financeira. Isso possibilita o aumento da capacidade de investir em projetos, expansões e oportunidades estratégicas, contribuindo para o crescimento e desenvolvimento do negócio.

Quais os riscos?

Mesmo que a operação de risco sacado apresente benefícios, também é importante considerar os desafios associados, como evidenciado pela crise enfrentada pela Americanas (AMER3) em 2023. Confira abaixo alguns dos principais riscos dessa operação.

Dependência da análise de crédito

Caso haja falhas na análise de crédito feita pela instituição financeira, a empresa vendedora pode enfrentar dificuldades, como atrasos na liberação de recursos ou a concessão de crédito a clientes devedores de maior risco.

Custo financeiro

A instituição financeira que assume o risco cobra uma taxa por esse serviço, o que pode impactar a rentabilidade da operação para o vendedor. Os valores podem variar de acordo com a instituição escolhida.

Impacto na percepção do mercado

Em situações como a crise enfrentada pela Americanas (AMER3), onde a empresa perdeu parte de seu valor de mercado, a adoção de estratégias financeiras complexas, como a operação de risco sacado, pode ser mal interpretada pelo próprio mercado. 

Por causa disso, investidores podem reagir de maneira negativa, resultando em queda nas ações e perda de confiança.

O que diz a nova regra de risco sacado?

Neste ano, as empresas que desejarem fazer uma operação de risco sacado estarão sujeitas a novas diretrizes de divulgação. Elas deverão aparecer nas demonstrações financeiras em forma de anexos.

Vale destacar que esses anexos precisam ter informações sobre o que foi acordado com os fornecedores, como o impacto que o risco sacado oferece ao fluxo de caixa, além dos termos e condições dessas transações.

Por fim, todas as operações contratadas precisam estar descritas em detalhes na demonstração contábil da companhia. Isso inclui os prováveis riscos de liquidez e prazos de pagamento.

Diante dos desafios referentes à operação de risco sacado, é crucial que as empresas busquem parcerias confiáveis e sistemas que são referência no mercado.

Nesse sentido, a Dimensa se destaca como a instituição que oferece uma solução completa para a gestão de recebíveis.

Conheça essa solução e saiba como a Dimensa pode te ajudar com uma gestão de recebíveis eficiente, ágil e flexível!

Em resumo

Qual a vantagem do risco sacado?

Empresas que precisam de capital de giro podem usar a antecipação de recebíveis. Nessa prática, conhecida como risco sacado, um fornecedor recebe adiantado o montante devido por seu cliente, apresentando-se como uma alternativa valiosa.

Como funciona a operação de risco sacado?

A operação de risco sacado acontece quando uma companhia compradora contrata uma instituição financeira e, juntas, criam uma transação de antecipação de pagamentos.

Qual a desvantagem do risco sacado?

A instituição financeira quita o fornecedor, enquanto a empresa contratante assume o compromisso de liquidar o "empréstimo" no prazo estipulado. Daí o termo "risco sacado", pois há a possibilidade do banco não receber integralmente o valor acordado.

crédito da imagem: Freepik

Compartilhe o artigo
Buscar artigos:

Artigos semelhantes


Não deixe de acompanhar nossas atualizações.
Inscreva-se em nossa newsletter
para receber conteúdos exclusivos.
Siga nossas redes sociais
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram